APFTV
 
 
 






 
 
 
 
o que fazemos > normalização
NORMALIZAÇÃO 

A APT é reconhecida pelo IPQ como ONS (Organismo de Normalização Sectorial) desde 1990, altura em que foi assinado um Protocolo de Cooperação no domínio da Normalização, no Quadro do Sistema de Gestão da Qualidade, entre o IPQ e a Associação Portuguesa de Tintas.

Nesse sentido cabe-lhe avaliar a actividade normativa europeia e internacional, no domínio das Tintas e Vernizes, por forma a garantir que as Comissões Técnicas Portuguesas de Normalização em funcionamento na sua área de intervenção sejam as mais adequadas.
Nesse âmbito foi constítuida a Comissão Técnica de Normalização (CT 3), para a área de Tintas e Vernizes.

A CT 3 desdobra-se em três Subcomissões, todas elas activas:


Subcomissão 1 – Metodologia de Ensaios

Subcomissão 2 – Protecção anticorrosiva por pintura

Subcomissão 3 – Construção Civil

Para além do Programa de Normalização (PN), faz parte da actividade desta CT acompanhar e votar os trabalhos da ISO/TC 35, CEN/TC 139 e CEN/TC 298.

A actividade normativa no sector de tintas e vernizes assume cada vez mais um papel importante na defesa dos interesses nacionais, ao desenvolver normas que permitem a certificação de determinados tipos de tintas e sistemas de pintura, tornando os produtos nacionais mais competitivos face à concorrência exercida pelos produtos importados.

Neste sentido a APT, em colaboração com o LNEC, INETI(atualmente LNEG) e CERTIF, desenvolveu os processos de certificação de tintas para interiores, tintas para exteriores e certificação de esquemas de protecção por pintura anticorrosiva.

Certificação de produtos
A certificação de tintas aquosas para interiores é feita com base na NP 4378 (Tintas e vernizes. Tintas aquosas lisas para paredes e tetos interiores de edifícios. Requisitos mínimos e métodos de ensaio), desenvolvida pela nossa subcomissão de normalização de tintas decorativas e de acordo com o processo de certificação desenvolvido em 2001 pela APT/LNEC/CERTIF.
A certificação de tintas aquosas elastoméricas e não elastoméricas para exterior, é feita com base nas NP 4504 (Tintas e Vernizes. Tintas elastoméricas para superfícies exteriores de edifícios. Classificação e especificação.) e NP 4505 (Tintas e Vernizes. Tintas para superfícies exteriores de edifícios. Classificação e especificação.)
 
Certificação de esquemas de protecção por pintura anticorrosiva
A APT colaborou com o INETI(atualmente LNEG), CERTIF e um grupo de Empresas Fabricantes de tintas anticorrosivas e Empresas Aplicadoras no desenvolvimento do projecto CERPA, com vista à certificação de esquemas de pintura anticorrosiva. O projecto considerou-se concluído no final do ano de 2004 e foi apresentado publicamente, pela primeira vez, nas 4as Jornadas da Revista Corrosão e Protecção de Materiais, em Novembro de 2004.

É objectivo da APT continuar e melhorar o trabalho de divulgação e uniformização de procedimentos e métodos de ensaio, junto das empresas do sector, laboratórios e demais entidades interessadas.